Castelo Branco faz parte da História do Subúrbio Ferroviário de Salvador

- in Gente Ilustre
castelo_branco

Eterno vereador Castelo Branco

 

José Pires Castello Branco nasceu  em três de novembro de 1928, na cidade de José de Freitas, sete dias depois da morte do seu pai. Filho da professora Nair Batista (responsável por toda sua articulação política) chegou no Subúrbio Ferroviário de Salvador, em 1933, quando tinha apenas cinco anos de idade trazendo um papagaio na mão. 
Antes de se tornar político ele foi ajudante de pedreiro, trabalhou no conselho nacional de petróleo, foi professor e se casou com Zorilda que lhe presenteou com sete filhos; Maria do Socorro, que morreu ao nascer, Zezinho, Luiz já  falecido, Lívia, Rita, Carlos e a caçula Márcia. E logo em seguida chegaram seus nove netos: Aline, Tatiana, Junior, Tiago, Daniel, Liz, Rodrigo, Bruno e Gustavo.
Ele estreou sua carreira política em 1966, quando os vereadores não recebiam nenhum tipo de remuneração. E durante os oito mandatos conquistados, Periperi foi a razão da sua vida.
Quando foi presidente da Câmara dos Vereadores de Salvador, assumiu o comando da cidade por 15 dias, e fez por Periperi o que jamais fizeram em todo o mandato de prefeito. Castelo asfaltou as principais ruas tirando o povo da lama.
Outro grande marco da carreira política de José Pires Castello Branco sem sombra de dúvidas foi na área de educação, quando conseguiu trazer para a localidade cinco escolas, inclusive a Escola Municipal de Periperi.  Quando esteve a frente do Colégio Comercial fez uma verdadeira revolução na educação colocando jovens e adultos em condições de igualdade para concorrer ao mercado de trabalho e para as provas das Universidades Públicas.   Até hoje, muitos dizem: ” Se hoje estou empregado no estado é graças ao professor Castello Branco que me incentivou”. ” Se Periperi é o que é hoje, é graças a Castelo Branco”.
Graças a luta sua incansavel o bairro de Periperi teve o seu primeiro Posto de Saúde ProfessorAdroaldo Albergaria, a Praça da Revolução e o maior Clube de Eventos de Salvador; Esporte Clube Periperi. Quando foi presidente conseguiu trazer para o Subúrbio, o Rei Robertos Carlos e os principais nomes da MPB. Fez o clube ganhar vários prêmios de melhor decoração de Carnaval de Salvador. Ainda conseguiu construir o Estádio de Futebol Nair Castelo Branco, nome dado em homenagem a sua mãe.
Castelo sempre foi respeitado por todos os políticos independente de partido que fizessem parte. Ele sempre defendeu que o Subúrbio deveria ter o mesmo tratamento que o centro da cidade. Ele afirmava que Salvador era uma só.
O falecido ex-senador Antonio Carlos Magalhães sempre prestigiou e atendeu as solicitações do político Castelo Branco. Ele o considerava o verdadeiro representante do Subúrbio Ferroviário.
Quando todos imaginaram que por ter 62 anos ele descansaria, ele surpreendeu a todos ao passar em 1990 no vestibular no curso de direito, com direito a uma pós graduação em Direito Eleitoral.
No dia 30 de agosto de 2012, Castelo faleceu vítima de uma infecção generalizada. O Subúrbio perdeu seu maior defensor de todos os tempos.  Seu corpo foi velado na Câmara Municipal de Salvador e sua cremação ocorreu às 16h30 no Cemitério Jardim da Saudade.
Castelo escreveu para sempre o seu nome na história do crescimento e fortalecimento do Subúrbio Ferroviário. E conseguiu através do seu trabalho e respeito ao cidadão devolver a auto estima de um povo que sempre só foi lembrado em época de eleição.

Castelo não morreu. Ele está vivo. Ele faz parte da história do Subúrbio Ferroviário !
Fotos: Arquivo Pessoal da Família
Agradecimento:
Aline Castelo Branco & José Pires Castelo